Nada é tão mau!

Nada é pior do que não te ter
e ver que outros braços
te dispensam beijos falsos, fáceis rimas de prazer.

Nada é tão mau quanto não te ter
e saber que o teu riso
é o aviso que de ti preciso para viver.

Não preciso de te explicar, que ideia é essa
que as palavras falam aos ouvidos
melhor que os olhos ao coração?

Mas assim eu não te vou ter,
porque é à custa de palvras, mesmo erradas,
que aprendemos a quem queremos conhecer.

Sem afirmar eu não vou crescer.
Que face posso dar quando errar
porque ninguém ouviu o que eu não quis dizer?

Eu vou ter de te falar, deixar explodir,
explicar que o que te mostro
é tão menos do que me obrigo a calar.

Nuno Prata

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: