Brother’s pride!!!

"Um díscipulo do génio de Cruyff"

 – VICTOR PEREIRA – C.D.SANTA CLARA

"Basta que se acredite no significado oculto dos nomes para se entender as projecções das pessoas próximas de Vítor Pereira, que lhe auguram "um grande futuro". Na onomástica, Vítor é atribuído à pessoa vencedora e competente. Qualidades reconhecidas ao treinador do Santa Clara, que, no passado domingo, entrou para a lista dos tomba-gigantes, ao eliminar o Marítimo da Taça de Portugal. Diz quem o conhece bem que este triunfo é apenas a ponta do icebergue da sua capacidade técnica. A inteligência aliou-se à inovação ainda nos tempos da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física do Porto (FCDEF), "tornando-o num excelente aluno" e "o primeiro a apresentar uma tese tendo como estudo o Barcelona". O testemunho é dado pelo mestre Vítor Frade, que logo aí detectou "o interesse e a sensibilidade pela qualidade de jogo". Vítor Pereira agarrou-se ao ímpeto da maior referência do futebol mundial nos inícios da década de 1990. Também ele, tal como fizera o actual treinador do Benfica, Jorge Jesus, foi para Barcelona inspirar-se na cartilha de Johan Cruyff. O estudante, natural de Espinho, esmiuçou ao mais ínfimo pormenor a superpotência catalã. Absorveu gestos, tendências tácticas e o sentido de disciplina de um homem que já conquistara o mundo pelo requinte com que jogava à bola. A escolha do Barcelona encheu o peito de orgulho a Vítor Frade, que lhe deu uma "nota alta" aproximada à granjeada por José Guilherme (19,5 valores), na altura outro dos seus pupilos, agora adjunto de Carlos Queiroz. Desta fornalha saiu Rui Quinta, actual técnico do Gil Vicente, mais um incluído "na nova geração de bons treinadores". Pois, alega Vítor Frade, "com eles a qualidade do futebol avança". Em avanço está a carreira de Vítor Pereira, que abandonou o anonimato da II Divisão para se posicionar, numa época, na rampa que, dentro em pouco, o conduzirá a outro patamar. O seu nome já circulou e continua a circular na I Liga, mas o desejo de subir o Santa Clara, mantém-no sossegado no meio do Atlântico. A meticulosidade táctica e a observação rigorosa dos adversários equipara-o a José Mourinho. Mas, atenção! Vítor Pereira renega qualquer tentativa comparativa ao nível de Lo Speciale. Não há cópias, nem coisas parecidas. Há apenas um indíviduo orgulhoso de quem é e do que vai conquistando. É um homem de fé, generoso, disponível. "Que merece um grande futuro". A sentença não é exclusiva a Vítor Frade. "

CRISTINA AGUIAR In "OJogo"

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: