A voz…um grito mudo!

"Fiquei por minha culpa
Mercê de um passo incerto
A culpa em mim se apronta
Ronda-me a alma por perto
Fiquei…num olhar profundo
Perdido não sei onde
Só sei ceder-me ao mundo
Onde o meu ser se esconde
A noite é fria, nublosa bruma
que me seguia a parte nenhuma
Tudo é vazio na mão fechada
Cerra-se o frio
não dou por nada
Fiquei…ao fim de tudo
Num todo sem ter fim
E a voz…um grito mudo
Anseia saber de mim
A noite é fria, nublosa bruma
que me seguia a parte nenhuma
Tudo é vazio na mão fechada
Cerra-se o frio
não dou por nada!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: